NATAÇÃO

A natação faz parte do programa oficial desde os primeiros Jogos Paralímpicos, em Roma-1960. Na modalidade, competem atletas com diversos tipos de deficiência física visual e intelectual, sendo que a AFLODEF oferece atendimentos e treinamentos para as pessoas com deficiência física nos quatro estilos: livre, costas, medley e peito. As provas são divididas na categoria masculino e feminino.

 

Como é disputado
As adaptações são feitas nas largadas, viradas e chegadas. A largada também pode ser feita na água, no caso de atletas de classes mais baixas, que não conseguem sair do bloco. As baterias são separadas de acordo com o grau e o tipo de deficiência. No Brasil, a modalidade é administrada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

 

CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL:

 

As classes sempre começam com a letra S (swimming). O atleta pode ter classificações diferentes para o nado peito (SB) e o medley (SM).

CLASSES:

* S1 a S10 / SB1 a SB9 / SM1 a SM10 – nadadores com limitações físico-motoras;
* S11, SB11, SM11 S12, SB12, SM12 S13, SB13, SM13 – nadadores com deficiência visual (a classificação, neste caso, é a mesma do judô e do futebol de cinco);

* S14, SB14, SM14 – nadadores com deficiência intelectual.

 

GE DIGITAL CAMERA